Um dos principais desafios de toda empresa é aumentar o faturamento. Isso não é novidade para ninguém. E isso passa, em grande parte, pelo trabalho dos vendedores. Eles estão na linha de frente tentando convencer possíveis clientes. Diante dessa responsabilidade, o que você faz para tornar o trabalho da sua força de vendas mais dinâmico e fácil? Se demorar muito para pensar, significa que é nada ou muito pouco. E aí está um erro muito grande. A  tecnologia já oferece diversas opções, como o SFA (Sales Force Automation).

Mas aí você pode pensar: eu já ofereço comissão, um bom salário e treinamento para meus vendedores, não precisa mais nada, dou o estímulo necessário. É aí que está o erro, achar que somente esses itens são suficientes. Claro que a parte financeira e a habilidade ajudam muito e servem como elementos motivadores para sua equipe. No entanto, é necessário ir além e buscar novas alternativas.

Você pode potencializar esses pontos que citamos. De que forma? A resposta está em algo que falamos no texto anterior, que é automatização de processos, algo que o SFA entrega muito bem. Nesse caso, a modernização está ligada com a oferta de informações para a força de vendas e para os gestores da empresa, de forma muito mais intuitiva e de fácil leitura.

De que forma você processa e visualiza informação hoje?

Para você entender melhor a importância do que estamos falando, vamos pensar na forma como você gera e acessa as informações da sua força de vendas. Ainda é por planilhas? Depende de acessar arquivos, cruzar dados e criar gráficos manualmente? Isso tudo leva um tempo. E tempo é algo que não podemos mais desperdiçar.

A consequência disso pode ser a demora no acesso às informações, algo que o mercado atual, com as possibilidades de tecnologia, não aceita mais. As empresas precisam ser muito ágeis nesse tipo de ação. A tomada de decisão deve ser capaz de colocar o negócio no mesmo patamar dos concorrentes.

Imagine o seguinte cenário: do dia para a noite, seu maior concorrente começa a realizar grandes ações em uma determinada região do país, fazendo promoções, colocando mais vendedores, enfim, ganhando espaço precioso da sua empresa. O que precisa ser feito em uma situação como essa? Um reação imediata.

Mas essa ação precisa ser baseada em dados. É necessário entender primeiro o contexto, identificando como sua empresa está atuando nessa região e vendo o tamanho da ação que precisa ser realizada. Ela não pode ser desproporcional, sob risco de perder espaço ou gastar energia demais em um caso que não precisava.

O problema é que, sem uma maneira sistematizada de conseguir informações, os gestores precisam solicitar que alguém compile esses dados, processe e apresente. Mas pode acabar levando tempo demais, enquanto o concorrente vai ganhando espaço e tirando presença da sua marca.

O que o SFA pode fazer pela sua empresa?

Agora, em vez de contar com planilhas e formas ultrapassadas de ter informações importantes, você pode implementar uma solução de SFA. Na prática, ela automatiza o processamento das informações e entrega o que os gestores e a força de vendas precisam para tomar as melhores decisões.

Sistemas como esse organizam todas as informações da equipe de vendas na forma de gráficos e mapas, oferecendo uma visualização mais interativa, ágil e, consequentemente, mais facilidade na análise dos dados. Tudo o que for necessário estará nas mãos com muito menos esforço e empreendimento de recursos.

Entre as informações oferecidas, podemos destacar:

  • Comparativo de metas e faturamentos entre representantes, com informações mensais, trimestrais e anuais;
  • Mapas de faturamento com indicadores visuais de maior e menor região;
  • Visualização da área de cobertura de vendas por continente, país, estado e município.

Isso permite, por exemplo, que a empresa dê mais atenção a locais que mais necessitam de acompanhamento, que estão com o volume de vendas abaixo do esperado e não estão aproveitando todo o potencial.

Pense no exemplo que citamos anteriormente. Com informações nas mãos de forma mais rápida, a empresa pode reagir rápido ao ataque do concorrente, mas os gestores podem perceber também que a região já vende muito bem e que o esforço deve estar direcionado em marketing, por exemplo, para fortalecer a imagem da marca.

Outro insight possível é a necessidade de capacitação da força de vendas em relação a determinado produto que não está alcançando a meta. A equipe de ofertas pode trabalhar melhores argumentos para os problemas de negócio.

Trabalho colaborativo

Com essas possibilidades, fica muito mais fácil para gestores e vendedores trabalharem de maneira colaborativa na resolução dos problemas, pois terão dados em mãos de forma mais rápida, completa e de fácil visualização.

E isso é importante para que não fique a direção da empresa de um lado tomando decisões que nem sempre estão de acordo com a realidade do mercado conhecida pela força de vendas.

Quer entender melhor como funciona uma solução de SFA? Entre em contato com a equipe da Softdata e continue acompanhando nosso blog. Estamos à disposição para ajudá-lo.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Quer receber mais conteúdos como este?

Desenvolvido pela