Muitas vezes, as empresas, para alcançarem resultados na gestão do armazém, focam nos produtos, em comprar certo, vender e otimizar os níveis. E isso tudo está correto, mas não é somente isso que resolve. Fazer a gestão de pessoas no estoque é ponto crucial para uma estratégia ser bem sucedida. São os profissionais que vão colocar em prática tudo o que foi definido.

Você deve saber bem o que causa essa falta de gestão, mas vamos destacar aqui alguns pontos que pesam negativamente nos resultados quando não há esse cuidado com as pessoas.

Um dos aspectos mais prejudiciais é a rotatividade no time. Quando não há trabalho de gestão, geralmente não há condições para trabalhar. Com isso, os talentos vão embora com facilidade. Agora, imagine o impacto disso na sua operação, quando um funcionário começa a aprender e aí sai porque não se adaptou à função.

Outro aspecto decisivo para a operação também é a quantidade de erros a qual o negócio fica submetido quando não há condições mais modernas e atualizadas para os funcionários trabalharem. Trabalho excessivamente manual, além de desmotivar, aumenta as chances de falha no dia a dia.

O terceiro item que queremos destacar como grande prejuízo pela falta de um cuidado com a gestão de pessoas é a produtividade. E isso pode acontecer por dois motivos. O primeiro diz respeito ao fato de que os processos excessivamente manuais atrapalham a entrega efetiva de bons resultados.

O segundo é que, sem gestão, é impossível retirar todo o potencial das pessoas sem antes conhecer todas as possibilidades que elas podem desenvolver dentro de suas atividades. Então, a empresa sai perdendo ao não ter um cuidado detalhado com esses profissionais.

Como a tecnologia melhora a gestão de pessoas no estoque

Bom, falamos dos problemas, agora vamos abordar as soluções para tornar a gestão dos profissionais mais eficientes dentro do armazém. A resposta, nos tempos em que vivemos, não pode ser outra senão a tecnologia.

Mas de que forma isso acontece? Vamos responder. A tecnologia permite o uso de dados de forma a oferecer informações em tempo real extremamente importantes para o direcionamento e a melhoria da operação.

A solução certa pode capturar dados de desempenho dos operadores, como tempo médio de movimentação, entrada e saída, o que estava carregando e o nível de prioridade. Tudo isso pode ajudar a realizar uma análise minuciosa de que como cada um está trabalhando e servir de insumos para alterações.

Imagine que um colaborador foi transferido para um novo setor dentro do armazém, responsável por um outro tipo de produto. Com a leitura de dados, é possível identificar como está o desempenho dele e entender se melhorou ou piorou e se ele está se adaptando. Conforme for, dá para fazer alguns ajustes, como colocar alguém para ajudar por um período ou mesmo tirar essa pessoa da nova função.

Mas isso não é apenas um trabalho para ser feito individualmente. É possível fazer isso também com equipes, monitorando o desempenho e encontrando formas de melhorar a performance, sempre com base em dados diários.

Quer entender melhor como a tecnologia pode ser sua aliada? Entre em contato com a gente e continue acompanhando nosso blog.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Quer receber mais conteúdos como este?

Desenvolvido pela